8 pontos importantes na hora de exportar

As exportações brasileiras vêm crescendo a cada ano gerando grandes superávits para a balança comercial do Brasil. Em 2018, o Brasil exportou R$ 240 bi¹, um crescimento de 10% em comparação a 2017, e aparece como 25º exportador no ranking de exportação mundial².

Tendo em vista a alta do dólar, estamos em um bom momento para as exportações, o que vem a ser uma ótima oportunidade para empresários investirem os seus produtos no mercado internacional. Entretanto, é importante garantir o conhecimento do mercado e das operações, para gerar resultados positivos e seguros nas negociações. Abaixo vamos ajudar a clarear o assunto:

1 . Qual empresa poderá operar com exportações?

Todas. Isso mesmo, toda empresa que esteja legalmente registrada junto à Receita Federal. Basta solicitar o seu cadastro para a habilitação do Radar Siscomex, que permitirá a realização das operações de exportação.

2 . Como encontrar clientes para o meu produto?

Para iniciar um projeto de exportação, é importante realizar um estudo de mercado internacional e definir para qual país ou região deseja ingressar com o seu produto. Também estudar as normas e legislações do país de interesse, a fim de verificar se o seu produto poderá ser aceito, e quais especificações serão obrigatórias. Esse estudo irá mostrar a necessidade do mercado e quais produtos apresentam maior potencialidade. Irá ajudar também, a determinar um preço de venda do produto no mercado internacional. Com essas definições é possível verificar se existem feiras do segmento para exposição de seu produto e visitá-las. O Brasil possui um programa de incentivo às exportações que auxilia na divulgação e busca de compradores.

3. Qualquer produto pode ser exportado?

O mercado internacional não é igual ao mercado brasileiro. Cada país possui normas e legislações, sendo necessário conhecimento de tais normas e leis. Em alguns casos, o produto deverá ser adequado para atender tais especificações, e assim não gerar surpresas ou custos extras na hora de adentrar em outro país.

4. Como farei a exportação do meu produto?

O governo possui programas de ensino sobre como exportar, mas se você não quer se incomodar, e pretende realizar operações de exportação com segurança e confiança, as Trading companies são uma solução inteligente para a terceirização da operação, sem a necessidade de investimento na criação de um departamento, ou contratação de um profissional na sua empresa. A BM3 Trading, por exemplo, possui uma equipe com experiência em assessoria em exportações.

5. O que devo saber antes de negociar com o meu cliente?

Ter conhecimento, principalmente dos incoterms, termos internacionais de comércio que irão definir os direitos e obrigações de cada parte no contrato de compra e venda. Outra questão importante, é o produto estar com a classificação fiscal correta, a qual irá definir os acordos e impostos no país de destino. É essencial o conhecimento da operação, para poder estabelecer todas as etapas do processo, a fim de realizar uma correta precificação do seu produto, e para que este seja competitivo no mercado externo.

6. Quais medidas posso tomar para assegurar o pagamento da minha mercadoria exportada?

A forma de pagamento é negociada entre as partes, mas atualmente a modalidade mais segura e praticada é a “Carta de Crédito”. No início da negociação, a Carta de Crédito é aberta em um banco na qual ambos terão cadastro. O banco irá ajudar na cobrança do envio da mercadoria, assim como no recebimento do pagamento.

7. Quais documentações são necessárias em uma operação de exportação?

Isso irá depender do produto a ser exportado, e da legislação do país de destino do mesmo. Com a assessoria correta, a empresa terá o auxílio na emissão de todos os documentos exigidos na operação de exportação, com facilidade e praticidade.

8. Qual o valor do investimento em uma operação de exportação?

Estimar um valor de investimento é muito relativo, tudo vai depender de quanto a empresa está apta a investir, como feiras internacionais, publicidade e representantes no país. Porém, estes pontos poderão ser definidos a partir da pesquisa de mercado, e desde o início será possível estabelecer as premissas do projeto, assegurando a potencialidade de sucesso de seu negócio.

Caso a sua empresa não tenha experiência em exportação, entre em contato conosco. A missão da BM3 Trading é ajudar o cliente a ter sucesso trazendo o mundo ao seu alcance.

* Trading companies: empresas comerciais que atuam como intermediárias entre empresas fabricantes e empresas compradoras em operações de exportação ou de importação.

* Incoterms: são as abreviações do termo em inglês International Commercial Terms, ou Termos Internacionais de Comércio, e são termos padrão que devem ser adicionados em contratos de venda que incluem um transporte de carga internacional.

Fonte¹: World Trade Statistical Review, WTO, 2017Fonte²: Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, MDIC


Deixe uma resposta

Your email address will not be published.